Parceiros

Parceiros

Desde sua concepção, o IPi possui como grandes parceitos a Wildlife Conservation Society (WCS) e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM). Antes de sua criação, durante os estudos de diagnóstico da área e levantamento de informações para subsidiar a criação da RDS Piagaçu-Purus, os pesquisadores envolvidos contaram com o apoio da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), do Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (IPAAM), do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF), do Department for International Development (DFID) e da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

A WCS, através de recursos financeiros da Fundação Gordon e Betty Moore, subsidiaram grande parte do acervo construído pelo IPi ao longo dos seus 10 anos de estudos na RDS-PP. A partir de 2011 foi oficializado um convênio, no contexto técnico-científico com o IDSM, para fins de promoção conjunta de pesquisa científica sobre a biodiversidade e a conservação dos recursos naturais da Amazônia por meio do manejo participativo e sustentável. Em 2012 o IPi foi contemplado com o Projeto Peixes da Floresta, com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental. Além disso, contamos, ao longo desses 10 anos, com apoio de diversas fundações e instituições de fomento que subsidiaram projetos (proponentes ou em parcerias) de pesquisa específicos, como Fundação de Apoio à pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação o Boticário de Proteção à Natureza e Rufford Small Grants Foundation.

Além disso, o IPi desenvolve atividades em parceria com a Operação Amazônia Nativa, a Associação Amigos do Peixe Boi (AMPA) e conta com a colaboração de algumas instituições de ensino superior, através de convênios para a realização de estágios e desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso e pós graduação, como INPA, UFAM, Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP – campus de Botucatu), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade da Flórida (USA), Virginia Polytechnic Institute and State University (USA) e University of British Columbia (Canada).

A WCS, através de recursos financeiros da Fundação Gordon e Betty Moore, subsidiaram grande parte do acervo construído pelo IPi ao longo dos seus 10 anos de estudos na RDS-PP. A partir de 2011 foi oficializado um convênio, no contexto técnico-científico com o IDSM, para fins de promoção conjunta de pesquisa científica sobre a biodiversidade e a conservação dos recursos naturais da Amazônia por meio do manejo participativo e sustentável. Em 2012 o IPi foi contemplado com o Projeto Peixes da Floresta, com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental. Além disso, contamos, ao longo desses 10 anos, com apoio de diversas fundações e instituições de fomento que subsidiaram projetos (proponentes ou em parcerias) de pesquisa específicos, como Fundação de Apoio à pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação o Boticário de Proteção à Natureza e Rufford Small Grants Foundation. Além disso, o IPi desenvolve atividades em parceria com a Operação Amazônia Nativa, a Associação Amigos do Peixe Boi (AMPA) e conta com a colaboração de algumas instituições de ensino superior, através de convênios para a realização de estágios e desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso e pós graduação strictu sensu, como INPA, UFAM, Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP – campus de Botucatu), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade da Flórida (USA), Virginia Polytechnic Institute and State University (USA) e University of British Columbia (Canada).